Prefeitura de Capivari realiza projeto de alfabetização no Cras Cidadania

0
168
Prefeitura de Capivari realiza projeto de alfabetização no Cras Cidadania
Prefeitura de Capivari realiza projeto de alfabetização no Cras Cidadania

Projeto Reescrevendo a Vida, da Secretaria de Desenvolvimento Social, acontece desde 2014 no município

A costureira aposentada, Maria Aparecida Vieira Sales, de 61 anos, tem uma bonita história para contar. Ela aprendeu a ler motivada pela vontade de utilizar o transporte público sozinha, de preparar uma receita culinária para a família e vencer dificuldades enfrentadas por não ser, na época, alfabetizada. Foi então que ela conheceu o projeto “Reescrevendo a Vida”, realizado pela Prefeitura de Capivari, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, no Cras Cidadania (Centro de Referência em Assistência Social).

“Eu não sabia nada, hoje eu aprendi. É muito bom”, disse Maria que, emocionada, acrescentou: ”Leio a Bíblia. Foi o primeiro livro que li e continuo lendo”.

Ela frequenta as aulas há dois anos e faz parte da turma de seis alunos, entre 29 e 65 anos. Os estudantes vão ao Cras Cidadania às segundas e sextas-feiras, das 16h às 18h, para não somente aprender a ler e a escrever, mas também trocar experiências e interagir em grupo, conforme relato da professora Vanessa Calice Nicolau Forti, que atua na rede municipal desde 2010.

“Sempre trabalhei com o ensino de crianças, mas os adultos são muito especiais. Eles têm muita vontade de aprender e pedem sempre mais, até o último minuto da aula”.

Ela acrescenta que as dificuldades para aprendizagem são muito pequenas diante do acolhimento. “Aqui, todos são acolhidos e fortalecem a autoestima, a independência e a autonomia. Ler e escrever é poder estar inserido num mundo ao qual, muitas vezes, eles sentiam que não faziam parte”, diz.

Irani Aparecida Amâncio dos Reis, de 59 anos, trabalha com capinação, também é aluna do projeto e foi alfabetizada. “Eu levei um livro daqui (Cras) e já li metade. Eu leio em casa, meu marido acha muito bom eu ter voltado a estudar e quero continuar estudando. Parei de ir à escola aos sete anos para trabalhar e ajudar minha família. Agora, eu tive a oportunidade que sempre desejei”, contou orgulhosa.

REESCREVENDO A VIDA

No Cras Cidadania, o programa nasceu em 2016, mas já existia no Cras Conviver desde 2014. Pessoas com deficiência intelectual, auditiva e física também são recebidas nas aulas.

Para fazer parte do Reescrevendo, que é gratuito, basta ir ao Cras munido de RG, CPF e comprovante de endereço originais. A idade mínima é de 18 anos. Vale ressaltar que o Reescrevendo a Vida é um projeto social e não fornece certificação escolar como diploma.

“Todos os participantes recebem atendimento de assistência social e orientações a respeito do serviço. É um espaço onde a alfabetização acontece com métodos que auxiliam no reconhecimento das letras, vogais e consoantes, até a junção para leitura e escrita. É um projeto que ajuda estes alunos a terem uma vida melhor”, comenta o prefeito de Capivari, Rodrigo Proença.

SERVIÇO

O Cras Cidadania está localizado à rua Professora Dulcina Bartolomeu Hoppe, 78, no Santo Antônio, em Capivari

fonte: Prefeitura de Capivari

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui