Piracicaba – Programa Viva Leite atende 370 famílias em Piracicaba

0
12

Cada família recebe 15 saquinhos de leite fluido por mês para crianças de 6 meses a menores de 6 anos

Pelo menos 370 crianças são atendidas pelo Programa Estadual Viva Leite em Piracicaba, coordenado pela Secretaria de Saúde, por intermédio da Coordenadoria de Programas de Alimentação de Nutrição (CPAN). Todos os meses elas recebem 15 litros de leites fluido enriquecido com vitamina A, D e Ferro. As famílias beneficiadas estão no Cadastro Único do Município e seguem critérios estabelecidos para o programa, como ter crianças de 6 meses a 6 anos incompletos e renda per capita de até um quarto do salário mínimo.

A lista dos beneficiados é elaborada pela Secretaria Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social (SEADS) e repassada à CPAN que, por sua vez, a repassa para as unidades de saúde da Atenção Básica, aos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) e às visitadoras do Programa Criança Feliz, que fazem a divulgação e a busca ativa dos selecionados.

Para participar do Viva Leite, é importante que as famílias mantenham o Cadastro Único atualizado e com contato para sua localização, pois é principalmente via telefone que as famílias são localizadas. A atualização do Cadastro Único deve ser feita uma vez ao ano, ou antes desse prazo, caso haja alteração de algum dado.

Os técnicos da CPAN, além de colaborarem com a busca ativa dos selecionados, desenvolvem reuniões com os familiares, explicando a importância da alimentação saudável – no caso, o leite na formação das crianças – e os direitos e deveres das famílias para garantia dos benefícios do programa. A unidade fica responsável ainda pelo monitoramento das crianças e inserção dos dados de cada uma delas no sistema, como peso, altura e atualização de carteira de vacina.

A entrega dos saquinhos de leite é feita toda quarta e sexta-feira de manhã pelas unidades de saúde que integram o programa. O alimento é acondicionado em caixas de isopor para manutenção da temperatura e todo controle da logística e de prestação de conta é de responsabilidade da CPAN. O ajuste da lista de beneficiados é feito de dois em dois meses, quando os desistentes e não localizados são substituídos por novas famílias.

Fonte: Prefeitura de Piracicaba

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui